Doença do Disco Intervertebral (Discopatia)


A Doença do Disco Intervertebral também conhecida como Discopatia, é uma afecção comum, principalmente em cães, que causa alterações neurológicas, geralmente acompanhadas de compressão medular. A Doença do Disco é comumente dividida em duas categorias, baseadas no tipo de degeneração e no modo do mecanismo de degeneração, classificadas como Hansen tipo I e tipo II. A herniação de disco do tipo I ocorre devido a degeneração e a ruptura do anel fibroso dorsal e a extrusão do núcleo pulposo para o canal vertebral e é geralmente associada à degeneração da porção condróide do disco. A protrusão de disco, classificada como Hansen tipo II, caracteriza-se pela saliência do disco, sem que ocorra uma ruptura completa do anel fibroso e está associada à degeneração da porção fibróide. Na hérnia do tipo II pode ocorrer calcificação do disco intervertebral, mas tal fato é raro.

Os sinais clínicos da Discopatia dependem da gravidade e da natureza da lesão. Na Hansen tipo I, os sinais clínicos tendem a um início repentino e serem graves, com dor, deficiências neurológicas e paralisia. As protrusões (Hansen tipo II) apresentam caráter crônico e uma progressão lenta, com ataxia (perda de coordenação) progressiva e deficiências neurológicas. A gravidade da lesão na medula espinhal depende da velocidade de aplicação da força compressiva, do grau e da duração da compressão. O tamanho da hérnia de disco parece ter pouca importância nos sinais clínicos.

Para o diagnóstico, deve-se realizar exames radiográficos simples e/ou contrastados (Mielografia), e caso necessário, realização de Tomografia.

No exame radiográfico simples podemos encontrar a calcificação de um ou mais discos intervertebrais, redução de espaço intervertebral ou aparência em forma de cunha do espaço do disco e presença de material mineralizado na área do forâmen intervertebral. Na mielografia observa-se a compressão de medula, com estreitamento e deslocamento dorsal da coluna de contraste por uma lesão extradural.


Área de redução de espaço intervertebral.
(Kealy, 2005).
 

Coluna de contraste com desvio dorsal em área correspondente a redução de espaço.
(Kealy, 2005).

Calcificação de disco intervertebral (seta)
(Kealy, 2005).